• Ana Margonato

A esperança que insiste em ficar...

Atualizado: 16 de mar. de 2021

Uma manhã de sol acinzentado, com raios quentes em meio ao ar gelado que se faz presente, de brilho reluzente, em meio ao escuro que insiste em ficar.


Seria esse um caminho do meio?

Nem quente nem frio, nem doce, nem amargo, nem amor, nem ódio, apenas isso.


Teria a esperança ciclos que transitam entre tudo é possível e não mais se pode lutar.


Teria a esperança vida própria para escolher entre lutar ou morrer?


Seria ela luz em meio a escuridão, a estrela cadente que anuncia a nova era, o cometa que carrega o fim.

A vida que carrega vida dentro de si, a morte que até o último instante, ainda é pulsão.


Teria ela, escolhido caminhos que levam aos altos e baixos, num leve suspirar.

Me parecem caminhos conhecidos, que costumo trilhar.


Seria ela minha companheira nessa jornada?



6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mergulhos